Como ajudar os seus filhos a diferenciar necessidades de desejos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Blog_TEMVALOR_Desejos

Numa sociedade na qual o consumo é visto como um valor, sente-se incluído quem adquire produtos e serviços. Bens que, muitas das vezes, não são essenciais, que são comprados fora do orçamento familiar, e por vezes recorrendo a crédito, portanto, que apenas atendem a uma demanda social. Para os pais tentar explicar aos filhos a diferença entre um desejo e uma necessidade, nem sempre é fácil. Mas é essencial!

 

É PRECISO ENSINAR A DIFERENÇA ENTRE UMA

NECESSIDADE E UM DESEJO. AMBOS PODEM
SER

REALIZADOS, MAS DE FORMA PLANEADA,

ORGANIZADA E NO TEMPO CERTO!

Como pais temos a responsabilidade de explicar aos miúdos que não somos o que consumimos. Mas sim o que realizamos, o que contribuímos socialmente, aquilo que melhoramos internamente como indivíduos, o que procuramos melhorar na nossa vida, na comunidade ao redor e no mundo, estas são as chaves para o sucesso e saúde financeira destes futuros adultos. Uma ferramenta para educar financeiramente as crianças no que se refere á forma como devemos gastar o dinheiro é: estabelecer metas e consciencializar a família como um todo. Um ponto muito importante é evitar a criação de metas excessivamente vagas e abstratas. As metas devem ser precisas e realistas. Isso significa dizer que devemos incluir valores, datas e prazos na construção dos objetivos que incluam as necessidades de toda a família, não apenas as dos pais. Um erro muito comum na hora de definir metas é estabelecer que todo o dinheiro que não está comprometido com despesas absolutamente vitais, deve ser economizado. Uma parte do orçamento familiar, e da mesada dos mais pequenos, deve destinar-se também á diversão e ao gasto imediato. Não esquecendo, como é obvio de estabelecer metas para a poupança, estimular as crianças a separar uma pequena parte da mesada para realizar seus objetivos a longo prazo, incentivando assim o hábito da poupança. No próximo artigo vamos falar de como ajudar os seus filhos a desenvolver competências financeiras

 

 

Fundadora do Projecto Trocar Por Miúdos – Educação Financeira

Fernanda Centeio

Fernanda Centeio

Profissional com mais de 20 anos de experiencia na área financeira, acreditada pelo Banco de Portugal como intermediária de crédito. Formadora certificada pelo IEFP. Trocar por Miúdos- Educação Financeira
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

Categorias

Este é o seu BLOG

A temvalor.pt esta empenhada em disponibilizar conteúdo que realmente lhe interesse e por isso os seus comentários são muito importantes para nós… Gratifique os profissionais com a sua interacção, terá o mesmo significado que uma salva de palmas tem para um artistas ou actor. Obrigado

Publicações Recentes

Siga-nos

Receba a nossa newsletter

Receba no seu email todas as nossas novidades!